Rise of The Tomb Raider - Análise

 




Como segundo game da nova trilogia Tomb Raider, Rise of The Tomb Raider é sem dúvidas, um dos melhores jogos dessa geração. Desenvolvido pela Crystal Dynamics e publicado pela Microsoft Studios em 10 de Novembro de 2015, o jogo está disponível para Xbox One, Xbox 360 e PC. Uma futura versão para PS4 está previsa para o final de 2016. 

Rise of The Tomb Raider traz o melhor de Lara Croft em um jogo recheado de ação e uma aventura inesquecível! Explore um mundo oculto em busca de tesouros escondidos e até mesmo da vida eterna e prepare-se para uma história envolvente, cenários belíssimos e gráficos de encher os olhos!

História

Em Rise of The Tomb Raider, a exploradora Lara Croft descobre os mistérios que um dia seu pai sonhava em desvendar. Sua pesquisa de uma antiga lenda da mitologia eslava - conhecida como “Koschei o Imortal” - levou ao descobrimento de um lugar que guarda o segredo para a imortalidade, a cidade de Kitej. 

Lara, então decide honrar seu pai e  juntamente com Jonah Maiava, vai em busca dessa cidade escondida, que fica em algum lugar da Sibéria, local em que se inicia a sua nova jornada. Como é de se esperar, Lara se depara com uma série de problemas pela frente tendo como principal deles, o grupo denominado de “Trindade”, soldados liderados por um ser capaz de qualquer coisa para conseguir seu desejo por vida eterna.

Além dos inimigos sanquignários, a aventureira também precisará por à prova suas habilidades de caça para enfrentar ursos, leões e lobos, além de sobreviver ao clima frio da Sibéria. Aproveitando a passada, ela irá descobrir tesouros, segredos de uma antiga civilização e novas amizades. 

 

Jogabilidade

Apesar de manter a mesma jogabilidade que seu antecessor Tomb Raider (2013), Rise of The Tomb Raider oferece muito mais ação e diversas novidades para as armas e movimentos de Lara. Dentre essas novidades, agora é possível se balançar com o arco e corda, utilizar flechas venenosas para atordoar inimigos e construir bombas e explosivos com objetos espalhados pelo cenário. 

Outra novidade disponível, é a opção de escalar placas de madeira utilizando as próprias flechas. Também foram acrescentados momentos do jogo em que se passam debaixo da água e requerem o uso de um respirador, desbloqueado ao decorrer do jogo. 

 

Mini mundo aberto e missões secundárias

Para não ficar na mesmice, Rise of The Tomb Raider nos traz agora cenários gigantescos para explorar. Podemos dizer que se tratam de um mini mundo aberto, onde há diversas coisas diferentes para fazer que ampliam o tempo de jogo de modo significativo. 

Além de encontrar tesouros, desbloquear cavernas e caçar animais, agora Lara também terá missões secundárias. Interagindo com os NPCs desses lugares mais vastos, você terá muito mais missões para cumprir, incluindo tarefas como eliminar feras selvagens, encontrar um item ou libertar prisioneiros.

Aprendendo idiomas

Outra novidade ainda na parte de jogabilidade, é o aprendizado de idiomas. Em determinados pontos do jogo, o jogador vai encontrar pilares em grego, russo ou mongol e que só podem ser traduzidos quando aprender cada um deles. Para isso, é preciso explorar tumbas e outros lugares ocultos que revelam quadros antigos, esculturas e pinturas de paredes, aumentando o vocabulário do personagem. Quando atingir um determinado nível de aprendizado, só então será possível desvendar o segredo do pilar e ganhar a recompensa que o aguarda.

Classes 

À medida que progride no game, o jogador pode escolher entre aumentar as habilidades de Lara em três classes:

Combatente - Habilidades de mano a mano e de cura. 

Caçadora - Habilidades de caça e busca de recursos.

Sobrevivente - Habilidades de criação e exploração.

Além disso, com os recursos obtidos da caça, de minerais e de plantas, é possível melhorar as quatro armas do personagem: pistola, arco, fuzil e escopeta. Há também roupas personalizadas que conferem habilidades extras. 

Gráficos

No quesito gráficos, Rise of The Tomb Raider é o mais bonito dessa atual geração de games, batendo de frente com Uncharted 4. Os cenários, ambientados em vales, tumbas e montanhas oferecem um visual fantástico. Os modelos de texturas, sombra e luz são extremamente realistas, nunca vistos em um jogo antes. 

Avaliação

Rise of The Tomb Raider é um jogo que não tem do que se queixar. Mantendo a fórmula de seu antecessor e acrescentando gráficos melhores, novas mecânicas de jogo e uma ótima trama, o game é uma experiência fascinante que vale a pena ser conferida. A falta de um modo multiplayer é compensada com os desafios que utilizam cartas especiais que modificam a jogabilidade.


Avaliação:

Efeitos Sonoros: 5.0 5.0
Jogabilidade: 5.0 5.0
História: 4.0 4.0
Grafico: 5.0 5.0
Avaliação geral: 5.0 5.0

Por: Geovanne Medeiros em 12-Jul-2016




LANÇAMENTOS



REDES SOCIAIS