Mass Effect Andromeda e mais uma porrada de expectativas...

 




Esse foi um dos jogos mais esperados de 2017, e ainda que tenha parecido uma eternidade, essa empreitada da Bioware veio carregada de uma porrada de expectativas para os fãs da franquia. Desde o adeus da Trilogia Commander Shepard, como deixou bem claro, Chris Priestly, ao enfatizar que a essa nova fase é nada mais que isso mesmo, uma "nova" fase... Nada de Mass Effect 4, ME4, nada disso... é Mass Effect: Andromeda e ponto.

Quem realmente é fã do game tem visto essa nova fase como uma oportunidade fora do comum, e a produtora não pretende decepcioná-los... Voltando ao bom rpg muitíssimo bem trabalhado. Pelo visto essa investida intergalática ainda vai dar muito o que falar.

História

Como dito anteriormente sobre todo o drama sobre a Trilogia Commander Shepard ter acabado, Andromeda deu um novo gás para a série, levando os jogadores para uma nova galáxias, justificando o fechamento das histórias passadas, e deixando o espaço livre para uma nova história numa nova linha temporal.

A aventura começa quando deixamos a Via Láctea, isso tudo bem antes da invasão dos "Reapers". Depois disso, a gente avança uns 600 anos no tempo, acordando depois, como os primeiros humanos existentes da galáxia de Andromeda, onde vocês passam explorando e etcétera. Mais algum tempo se passa, e se tem a "brilhante" ideia de enviar alguns grupos para a Via Láctea e tentar fazer uma conexão entre esse dois pontos, tão distantes e tão peculiares no universo.

Nessa nova aura do game existem duas raças, basicamente uma mais pacífica e outra mais pistola, agressiva, com aquele desejo de destruição... E sejamos sinceros, essa é a graça e o gás dos RPGs de hoje, não é? Enfim, realmente não tem como falar muito sobre o game ser dar alguns spoilers não muito legais sobre o que tem pra vir por aí, então a intenção é mesmo despertar algum interesse se você realmente quiser conferir no game, o que eles podem trazer de novo pra a gente... No youtube, já tem alguns gameplays bem interessantes e que pode te mostrar exatamente o quanto de spoiler você puder aguentar.

Shout-Outs (Ou palmas, como queiram...)

Dando aquela investigada no que o público tem achado até agora e o que algum famosos reviewers tão comentando sobre o game, uma coisa que tem chamado atenção é o trabalho na linha de diálogo e desenvolvimento da história que o game aparentemente está tendo. O que leva a gente a pensar que o estilo dele lembre um pouco a trilogia antecessora, mas com os detalhes que nos decepcionaram no passado, definitivamente melhorados.

Outra coisa bem legal que ME: Andromeda trouxe pra gente foi uma liberdade que a gente não teve nos antecessores para lidar com as decisões e as múltiplas consequências que ela podem trazer, o que meio que volta pra a questão de como o roteiro foi bem desenvolvido. Essa versão do game, especificamente, teve uma equipe só pra lidar com isso, sem as pressões de aplicações e gráficos, pura e simplesmente desenvolvimento de personagens e seus respectivos outcomes. Que bom, né?!

Geralzão

No geral mesmo, pelo que a gente pode aproveitar, Mass Effect Andromeda, foi uma aquisição forte pra a franquia, com atenção aos melhoramentos esperados por quem jogou as prequências do game, focando no aperfeiçoamento do que a gente já tinha visto e a introdução inteligentíssima de um roteiro pra lá de massa. 

Além de modificar a ambientação do jogador na aventura, ao escolher os talentos e especialidades em vez do batido em classe e etc... Eles também te dão a possibilidade personalizar as habilidades escolhidas em momentos específicos do game, ou seja, não existe arrependimento que não possa ser consertado de uma forma bem orquestrada e trabalhada à última instância.

Andromeda tem uma variedade enorme de planetas a serem explorados, com uma imensidão de especificidades pra cada um deles, o que não vai deixar ninguém entediado, entretendo e encantando durante todo o game.

Sobre veículos, nope, não haverão combates neles, mas os mesmos poderão ser usado pra exploração de todo o território que tem disponível pra isso...

No mais, é esperar pra ver a reação de quem já tá com o jogo em mãos e morcegar por suas reações, pra alimentar essas curiosidades, ou se essa pequena volta pela mais nova investida da Bioware te deixou curioso o suficiente, aproveita que o game já lançou e comenta com todo mundo o que achou pra saber se realmente vale a pena ceder à essa porrada de expectativas que a gente criou.



Por: Matheus Pacheco em 05-Abr-2017




LANÇAMENTOS



REDES SOCIAIS