Let it Die - Um RPG bizarro e super desafiante!

 




Let it Die chegou de surpresa durante a Playstation Experience como novo free-to-play exclusivo do PS4. O jogo vinha sendo aguardado desde 2014, quando anunciado pela primeira vez em uma coletiva da Sony.

O game foi criado por ninguém menos que Goichi Suda, sim, o famoso Suda51 e CEO da Grasshopper Manufacture, responsável por outras bizarrices como Lollipop Chainsaw, Killer is Dead e Black Knight Sword.

Ambientado em um mundo pós-apocalíptico, Let it Die é uma maluquice total, como já era de se esperar de Suda51. Para se ter uma ideia, na história você vive um jogo dentro de um jogo e o objetivo é chegar no topo de uma torre que esconde um grande tesouro para o vencedor. Nessa aventura, você é guiado por uma “Morte” doidona de skate.  

Quer saber mais sobre esse jogo bizarro? Confira nossa análise completa

O que há no topo da torre?

Tudo começou em 2026, quando um terremoto dizimou a população quase que por completo. O estrago foi tanto que Tokyo se tornou uma ilha separada do Japão e agora é conhecida como a Ilha do sul de Tóquio. Sob o olhar do Zé Morte, a loucura tomou conta do mundo e sua tarefa é chegar ao topo. 

E é aí que Let it Die nos deixa na curiosidade. Afinal, o que há no topo da torre? Só os corajosos saberão. E para garantir que você não fique entediado, o game é um RPG “roguelike”, ou seja, as fases são geradas aleatoriamente e dessa forma, nunca se repetem.

Let it Die - Um RPG bizarro e super desafiante!

Uma pitada de Dark Souls

Apesar de uma temática totalmente oposta de Dark Souls, os games tem lá suas semelhanças. Primeiro, em vez de sair pressionando os botões de ataque precipitadamente como em um jogo de briga de rua comum, estratégia e paciência é essencial para vencer as batalhas. Além disso, prepare-se para morrer muitas vezes, pois os inimigos são desafiantes! 

Uma boa dica é sempre fixar os adversários e desviar-se dos ataques. Atente-se também para o fôlego do personagem que é consumido a cada ação.

Let it Die - Um RPG bizarro e super desafiante!

Como as roupas e armas do personagem se desgastam muito rápido, fique atento pra quando estiverem prestes a “quebrar”.

À medida que for progredindo, você poderá voltar à base por meio dos atalhos em elevadores e distribuir os pontos ganhos em atributos de ataque, resistência, vida entre outros. 

Clones

Um grande atrativo em Let it Die e que o diferencia de qualquer outro jogo são os clones do jogador. Como você está em um jogo dentro de um jogo, sempre que morrer, um clone seu é deixado na área em que foi eliminado pela última vez. Ao retornar ao lugar, você pode eliminar o seu clone e usá-lo novamente na base ou deixá-lo vivo para desafiar outros jogadores. 

O problema é que muitos tem relatado que alguns “espertinhos”, deixam clones de level muito alto logo nas fase iniciais, tornando quase que impossível para os iniciantes, eliminá-los. Apesar disso, é muito interessante poder usar diferentes personagens com diferentes habilidades, um para cada ocasião.

Divertidos gráficos

O visual de Let it Die não é seu forte, mas faz juz ao seu estilo descontraído e ao mesmo tempo obscuro. Apesar do visual de desenho animado que nos lembram muito a série Borderlands, o nível de detalhes gráficos é notável. Ambientado no pós-apocalipse, os cenários estão cercados de destroços por todos os lados em um nível minimalista.

Let it Die - Um RPG bizarro e super desafiante!

Resumo

Enfim, se você busca por um jogo de RPG e ação desafiante e que mantenha o humor descontraído, Let it Die é uma ótima opção. Lembrando que por conter cenas de violência em excesso, o game não é recomendado para menores de 18 anos.


Avaliação:

Efeitos Sonoros: 4.0 4.0
Jogabilidade: 4.5 4.5
Multiplayer: 3.0 3.0
História: 5.0 5.0
Grafico: 2.0 2.0
Avaliação geral: 3.5 3.5

Por: Geovanne Medeiros em 12-Dez-2016




LANÇAMENTOS



REDES SOCIAIS