Cadê nossos games, produção? Descubra o motivo desses projetos ainda não terem sido lançados

 




A frenética produção de games é, sem dúvidas, um dos mercados mais rentáveis do mundo. Mesmo assim, alguns jogos tiveram o azar de cair no limbo eterno do status “em desenvolvimento” ou serem tragicamente cancelados por causa de problemas financeiros e na sua produção.

A maior farpa é que muitos desses games tinham tudo para serem incríveis, foram super esperados pelos fãs, mas acabaram por gerar, infelizmente, nada mais do que expectativa acumulada. Por isso, nós fomos atrás de saber: POR QUÊ?

Deep Down

Anunciado em 2013, Deep Down é um projeto inacabado da Capcom. O título se passa no ano de 2094 e o jogador utiliza de uma tecnologia que permite ele se conectar a outras realidades ao tocar em relíquias.

Com o sucesso do seu trailer na E3, vários fãs aguardaram um tempão pelo seu lançamento que, lamentavelmente, nunca aconteceu.

Surgiram vários boatos sobre seu cancelamento, no entanto, no último pronunciamento de seus desenvolvedores, foi dito que o jogo iria demorar mais tempo do que o esperado, mas que ainda estava de pé.

O problema é que o prazo está chegando ao fim. Caso a Capcom não utilize o nome do game até o dia 9 de fevereiro, a empresa perderá o registro do jogo.

Fallout Online

Com toda certeza, a versão de Fallout online teria feito muito sucesso (e ainda pode fazer). A ideia genial de fazer o MMO ambientado no famoso jogo de sobrevivência foi arruinada pelos próprios criadores. 

A Interplay foi contratada pela Bethesda para desenvolver o game, mas, no meio do processo, entre 2007 e 2009, decidiu que a empresa não poderia fazer referências ao jogo no MMO do jogo (???). Resumindo, a Interplay só poderia usar o nome “Fallout”, nada mais. 

Cadê nossos games, produção? Descubra o motivo desses projetos ainda não terem sido lançados

Depois de muita briguinha nonsense, a Bethesda bateu o pé no chão, fez cara de birra e levou a discussão aos tribunais. Então, em 2010, a empresa ganhou 2 milhões de dólares para produzir o game online futuramente. Aguardamos, ainda hoje, algum rastro do projeto. 

Prey 2

Há alguns anos, a notícia do cancelamento da continuação da série Prey abalou os fãs. Em uma entrevista com a GameSpot, o vice presidente da Bethesda, Peter Hines, jogou a real na mídia de maneira tão simples que foi quase cruel.

Honestamente, não é realmente tão complicado. Chegou a um ponto em que não se estava tornando-se no que nós queríamos e não parecia haver um caminho claro para chegar onde pensávamos que deveria estar”, contou Hines. “Decidimos que a melhor coisa a se fazer era não seguir em frente. Apenas isso.

Não quero falar sobre isso e dizer coisas como, ele disse isso e nós dissemos aquilo. Quero que o pessoal da Human Head tenham muito sucesso e não continuem trazendo esse assunto. Os jogos são cancelados. Acontece. Casamentos não dão certo… acontece”, explicou.

Porém, nem tudo são farpas. O pronunciamento duro do executivo foi, felizmente, pisado pela realidade com o anúncio na E3 do reboot de Prey que será lançado já este ano! Yey, Hines.

Star Wars 1313

Aguardado com muita ansiedade pelos fãs de Star Wars, o jogo estava sendo produzido pela LucasArt e foi anunciado na E3 com grande potencial. Porém, a Disney, ao comprar a LucasFilm, despediu toda a equipe e cancelou todos os projetos pendentes, incluindo o game.

O jogo de ação e aventura tinha como protagonista um caçador de recompensas, Boba Fett e era ambientado num submundo subterrâneo nº 1313 do planeta Coruscant. O título seria uma versão sombria e adulta da série, com temas como prostituição e terrorismo. Além disso, o jogador usaria de dispositivos e armas para lutar, ao invés de combater os inimigos com o uso da Força e sabres de luz.

Resident Evil: Dash

Essa versão cancelada de Resident Evil é chamada de “Resident Evil 1.25”, porque veio antes de “Resident Evil 1.5”, também cancelado. Na história do game, o foco eram as plantas que foram infectadas pelo vírus e passaram a atacar as pessoas - ideia reaproveitada no Resident Evil Outbreak File #2.

Cadê nossos games, produção? Descubra o motivo desses projetos ainda não terem sido lançados

O título foi citado apenas uma vez, pelo designer Yoshiki Okamoto, em 1996. Na época, desistiram do jogo simplesmente para não atrapalhar a produção de Resident Evil 2.

 



Por: Isabel Sandes em 10-Jan-2017




LANÇAMENTOS



REDES SOCIAIS